domingo, 24 de setembro de 2017

Chuchus







Mais quinze dias e já vai haver chuchus com fartura.

Vista da horta Setembro 2017







espinafres


 Já posso comer uma sopa de espinafres.

Lago


 A pedido das rãs  e das tartarugas o lago aumentou. Agora são varios lagos uns mais fundos outros menos. Agora é ver rãs e tartarugas a escolherem o melhor lago para residirem.

Broculos


 Broculos pequenos e grandes, plantados com um mês de intervalo para haver  broculos todo o ano,

Romãs


Mais cedo do que o habitual, penso que derivado à seca que o país está viver, mas vai ser muita a produção de romãs este ano.

Batata doce


Estou curioso para ver a produção de batata doce. É uma cultura que só agora estou a iniciar.

Nabos



Faço sempre assim: A partir de meados de agosto começo a semear nabos. Depois de 15 em 15 dias (até ao final de setembro) vou sempre semeando. O resultado é ter sempre a nabiça e nabos até à primavera.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Refazer o lago














Teve que ser refeito o meu lago pois começou a perder água, Agora levou um novo plastico que espero vá durar mais algum tempo. Enquanto isso os seus habitantes divertiam-se a nadar no tanque.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Limpeza do tanque



A natureza tem destas coisas ao longo do tempo qualquer reservatório vai criando residuos (que podem servir para estrumar a horta), que ao fim de algum tempo deverão ser removidos. É o que estou a fazer agora.



Aqui  já está o tanque cheio com água limpinha, pronta para a rega  da horta.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Sementes de feijão






 Aproveitamento de sementes de feijão

Sementes de rabano




 Aproveitamento de sementes de rabano. 
Primeiro são esmagadas com os pés para sairem da casca e depois passadas de um balde para o outro  num dia de algum vento para limpar a semente.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Sopa beldroegas à alentejana (da horta para a panela)







                           

Sopa de Beldroegas com queijo e ovos


1 molho de beldroegas
1 cebola
300g de batatas
azeite qb
2 cabeças de alhos
fatias de pão alentejano
4 ovos
2 queijo de cabra cortados aos quartos
Sal

Preparam-se as beldroegas.Cortam-se as cebolas às rodelas e alouram-se com azeite.Juntam-se as  beldroegas bem lavadas e deixam-se refogar muito bem mexendo com uma colher de pau.Regam-se com cerca de 2 litros de água e deixa-se levantar fervura.

Retiram-se as peles brancas das cabeças dos alhos, que se introduz inteiras (sem retirar a pele roxa de cada alho) na panela com o caldo a ferver e batatas cortadas às rodelas grossas.Tempera-se a sopa de sal e deixa-se cozer.

Na altura de servir introduzem-se no caldo os ovos um a um e deixam-se escalfar.Por fim metem-se na panela os queijinhos cortados aos quartos.

Tem-se o pão cortado ás fatias numa terrina junta-se tos os ingredientes  e serve-se.

As batatas, os ovos, as beldroegas e os queijinhos podem ser servidos à parte e as sopas só regadas com o caldo.

Bom apetite




8 Votos

tomate cereja seco ao sol


Este ano vou experimentar secar estes tomates cereja ao sol.  e depois metidos num frasco com azeite, mangericão, oregãos e sal. Após consumir os tomates vou utilizar o azeite para temperar saladas. Vamos ver o que a experiência dá.